Enquanto o país vive um cenário de incertezas provocadas também por manifestações, os romeiros da Serra Gaúcha deram demonstração de que a fé pode ser bem maior do que as dificuldades que o povo enfrenta diariamente. O primeiro sábado da 139ª romaria em honra a Nossa Senhora de Caravaggio, em Farroupilha, dá uma amostra do quanto a religiosidade importa para este povo serrano. Só na manhã do sábado, 60 mil romeiros lotaram a esplanada do Santuário e deixaram de lado o frio, o cansaço e as dúvidas quanto ao transporte de retorno, já que rodovias estão trancadas e há redução do número de ônibus. Mesmo assim, não houve registro de tumulto nas filas para o transporte coletivo, nem ocorrências policiais. A paz que cercou o primeiro dos dois dias de romaria é típica do Santuário, e foi reiterada durante a homília do bispo dom Alessandro Ruffinoni, na missa campal.

_ Nossa Senhora de Caravaggio apareceu para Joaneta enquanto ela era maltratada, apanhava, em um cenário triste. Era um momento de guerra, parecido com o que vivemos hoje. Então façamos este pedido para Nossa Senhora: nos traga a paz_ afirmou o bispo.
O sol esteve presente durante todo o dia, aquecendo o povo e servindo como combustível para os mais de 20 quilômetros que muitos romeiros percorreram de Caxias do Sul até Farroupilha. A expectativa de público deve ser facilmente atingida: estimava-se que 100 mil romeiros passassem pelo Santuário até o final do domingo, número quase que atingido só na primeira manhã de evento, segundo a Brigada Militar.
_ Quando estamos em situações difíceis, nós visitamos a casa da nossa mãe. E é o que vocês estão fazendo aqui. O dia só estão lindo porque vocês vieram_ sentenciou o bispo durante a missa das 9h.
O dia 26 de maio, data votiva de Nossa Senhora de Caravaggio, costuma ter como momento mais emblemático a missa campal que é celebrada às 10h30min. Neste ano, a passagem do véu – que remete ao manto de Maria – entre os fiéis teve como trilha sonora o hino da 139ª Romaria, “Com Maria, peregrinamos, somos irmãos, somos da paz”.
_ Viva Nossa Senhora de Caravaggio!_ convidou o reitor do Santuário, padre Gilnei Fronza, durante a celebração.