As mudanças que o surgimento de uma pandemia causam ao mundo exigem constante mudança e adaptação de todos. Isto porque se torna necessário ainda mais resiliência, paciência e humanidade em meio a um cenário tão incerto: ao mesmo tempo em que nos preocupamos com o destino de nossa família, a igreja nos ensina a manter também a preocupação e atenção ao próximo, especialmente aos mais necessitados. “Deus está conosco e ele não nos abandona” é uma das frases que o Coordenador da Pastoral da Diocese, Padre Paulo Nodari, afirma neste vídeo em que transmite uma mensagem de fé, esperança e compaixão.

 

 

O padre lembra ainda que três elementos se tornam indispensáveis neste momento. É a sequência pensar, agir e rezar. Ao mesmo em que a oração se faz indispensável junto de momentos reflexivos e de introspecção, é inevitável que o pensamento se una à ação, já que nossa inteligência precisa estar à disposição da solidariedade. São as pequenas mudanças e atitudes que podem transformar a realidade de uma comunidade. “A oração, o pensamento e a ação devem estar unidos: cada um no seu momento, mas todos interligados e conectados”, ensina o padre.

Padre Paulo ainda lembra que a igreja se faz presente no dia a dia de todos nesta pandemia nos formatos digitais, já que há transmissões diárias de celebrações pela internet, rádios e televisões. Além disso, adianta que a Diocese estuda saídas para que alunos que frequentam a catequese neste ano não sejam tão prejudicados, já que há uma situação atípica em que as aulas presenciais precisaram ser canceladas. “Outras ações estão sendo pensadas com a disponibilidade de mecanismos e meios para as pessoas terem acompanhamento psicológico, psíquico. Mas sobretudo, que elas sintam da parte da igreja o acolhimento e a presença”, encerra o padre.