“… vi uma multidão imensa de gente de todas as nações, tribos, povos e línguas, e que ninguém podia contar. Estavam de pé diante do trono e do Cordeiro; trajavam vestes brancas e traziam palmas na mão” (Ap 7,9).

Só Deus é Santo, mas podemos participar de sua santidade. Recordando todos os santos e santas de Deus, numa só festa celebram-se, junto com os santos canonizados, todos os justos de toda raça e nação, tantos desconhecidos mas cujos nomes estão inscritos no livro da vida.
No Santuário, crianças caracterizadas de santos da Igreja foram bonito sinal de esperança para todos, mostrando que é possível viver as bem-aventuranças também hoje, na família, na escola, no trabalho, onde estivermos.
Todos os santos e santas de Deus, rogai por nós.