A partir das 3h na Sexta-feira Santa o Santuário de Caravaggio acolheu centenas de pessoas., vindos a pé e de tantos lugares.

 

Enquanto um sacerdote conduzia as meditações entre as orações e cânticos de Taizé, outros três atenderam as confissões dos peregrinos.

Neste dia, em que “Cristo nossa Páscoa foi imolado”, percebemos melhor que foi do lado de Cristo adormecido na cruz que nasceu o admirável sacramento de toda a Igreja.

 

Ao contemplar Cristo, seu Senhor e seu Esposo, a Igreja comemora o seu próprio nascimento e a sua missão de estender a todos os povos os salutares efeitos da Paixão de Cristo, efeitos que hoje celebra em ação de graças por dom tão inefável.

 

 

 

Que nesta Sexta-feira da Paixão do Senhor, nos aproximemos do Senhor Morto e recebamos dele a consolação e a paz.

Que a Virgem Maria, Mãe de Caravaggio e Senhora das Dores interceda por nós.