Membros da paróquia Jesus Ressuscitado e comunidade me geral lotaram o Santuário de Caravaggio neste domingo, dia 27, no oitavo dia em preparação a Romaria Votiva 2019. Ao longo da celebração, casais dos bairros e comunidades conduziram seus santos padroeiros até a frente do altar. Fizeram parte da celebração cerca de dez sacerdotes.

 

 

 

Na noite desta segunda feira, dia 28, a partir das 20 horas, é a vez da paróquia Nossa Senhora do Rosário, de Pinto Bandeira. Está é a última semana de acolhida às paróquias de Farroupilha e região no Santuário de Caravaggio. Já no sábado, dia 02 de fevereiro, ocorre a celebração festiva, momento em que os agricultores juntamente com suas maquinas são acolhidos na esplanada do Santuário.

 

 

 

 

Benildo Bordignon fala da emoção de estar em Caravaggio, em mais uma Romaria Votiva.

 

 

 

Histórico da comunidade

Por volta de 1885, imigrantes vicentinos instalaram-se no local onde hoje está situado o Bairro Nova Vicenza Ali criaram condições de sobrevivência, desenvolveram a agricultura e construíram a primeira igreja. Com a influência de Domenico Finn, um dos primeiros moradores, o Padre Giacomo Brutomesso estabeleceu-se na localidade. Na época foi instalada uma escola sob a responsabilidade das irmãs de São Carlos.

Em 1904, incentivada pelo padre Cosme Fiorini, a comunidade iniciou a construção da atual igreja dedicada a São Vicente Mártir, concluída e inaugurada no ano de 1914.

Com o crescimento da cidade de Farroupilha, e a necessidade de melhor se atender os diferentes bairros e comunidades, foi criada a nova paróquia de   Jesus Ressuscitado, em 03 de março de 2001.

 

 

 

 

Seu primeiro pároco foi padre Sérgio Luiz Minossi, que permaneceu por 13 anos à frente dos trabalhos pastorais. Inicialmente a paróquia era formada por 14 comunidades. Com o surgimento de novos Bairros nasceram mais duas comunidades, totalizando 16 comunidades. São elas: São Vicente Mártir, Nossa Senhora Medianeira, São Braz, São Roque, Santa Lúcia e São Pelegrino, Nossa Senhora de Lourdes, Nossa Senhora Aparecida, Nossa S. da Saúde, Sagrado Coração de Jesus, São Gabriel das Dores, Nossa Senhora do Monte Bérico, Santo Inácio, Nossa S. de Fátima, Nossa Srª de Caravaggio, Santa Catarina de Sena e São João Calábria

Hoje a Paróquia Jesus Ressuscitado tem como Pároco padre Darci Camatti e conta com o auxílio dos Padres da congregação da Divina Providência do Seminário Apostólico Nossa Srª de Caravaggio e das Irmãs da casa Mater Dei da mesma congregação.

O padre Darci, ajudado pelo Conselho Paroquial de Pastoral organiza as atividades pastorais que desenvolvem um grande trabalho evangelizador. Existem inúmeros serviços comunitários como catequese, liturgia e canto, zeladoras de capelinhas, os ministros da eucaristia, da palavra e da esperança, pastoral da criança, do idoso, da juventude, além de movimentos de igreja, como cursilho, encontro de casais com Cristo.

Nas comunidades celebram-se as datas dedicadas aos padroeiros com intensa preparação e dia festivo. A celebração da missa é sempre o centro das festividades.

 

História da Romaria Votiva

 

Toda a primavera e o verão de 1898 foram implacáveis com nossos agricultores, devido a seca e associadas às dificuldades daqueles primeiros tempos; mas, a vontade de vencer é que tudo transformou. No início de 1899 foram convidadas as pessoas para virem em romaria (a pé, cavalo, carroça) até a Igreja Nossa Senhora de Caravaggio.
Era o dia 02 de fevereiro. Num gesto de fé, reconhecimento e confiança vieram de Nova Vicenza (Farroupilha), Caxias do Sul, Nova Roma do sul, Nova Trento (Flores da Cunha), Bento Gonçalves e Nova Pompeia (Pinto Bandeira).

Estava atendendo a Paróquia, o padre Francesco de Cicco, até julho daquele ano. Todos foram acolhidos, cada qual recebeu o Sacramento da Reconciliação e participou da Santa Missa das 10h.

Durante a missa uma pequena nuvenzinha e meia hora depois a torrencial chuva em socorro da sedenta humanidade, os que vieram pisando pó, voltaram pisando barro.
À tarde, rezavam o terço e cantavam as ladainhas, para retornarem a suas casas.

A prece sofredora dos devotos chegou ao céu e foi atendida; a agricultura que parecia ter perdido tudo, renovou a esperança. No ano de 1902 o padre Henrique Poggi, e os paroquianos de Caravaggio, fizeram o voto de recordar o sinal. E, desde então, se faz, anualmente, esta Romaria.

PROGRAMAÇÃO

Missas celebradas no Santuário, às 20 horas:

28/01 – Paróquia Nossa Senhora do Rosário – Pinto Bandeira
29/01 – Paróquia São Marcos
30/01 – Paróquia Sagrado Coração de Jesus
31/01 – Paróquia São Pedro e São Paulo, de Nova Roma do Sul
01/02 – Paróquia Santa Cruz, de Nova Milano

Dia 02/02 – Romaria Votiva

Durante a manhã, a programação inicia às 9h, com a primeira missa. Às 10h30, ocorre celebração solene, seguida da tradicional procissão das máquinas pela Avenida Dom José Barea, e posterior bênção às máquinas agrícolas em frente ao Santuário. À tarde, às 12h30, ocorre o almoço festivo, seguido da récita do terço às 14h, e missas às 15h, 16h e 17h.