Notícias

09 maio
0

Projeto conviver de Caxias do Sul em Romaria ao Santuário de Caravaggio

Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio acolhe as alunas e alunos do Projeto Conviver. O primeiro grupo esteve ontem, dia 08, participando da santa missa e seguem durante as manhãs e tardes em Romaria.

Esta atividade tem como objetivo proporcionar um momento de espiritualidade, reflexão e agradecimento. Além disso, os grupos participaram de uma procissão com a imagem de Nossa Senhora, Cerca de 600 integrantes do projeto estarão presentes em cada dia.

Leia mais
08 maio
0

PROGRAMAÇÃO DAS PRÉ-ROMARIAS DA 138ª ROMARIA AO SANTUÁRIO DE CARAVAGGIO

Confira a programação das pré-romarias que preparam para a 138º Romaria de Nossa Senhora de Caravaggio, em Farroupilha-RS.

 

 

 

Dia 13/05 – 24ª  Pré -Romaria – Cavalgada da fé:

Concentração e saída às 8 horas no Campus 8 da UCS. Chegada ao Santuário às 11 horas.

 

Dia 13/05 – 10ª  Pré-Romaria dos jipeiros:

Concentração e saída, às 14 horas, em frente CTG Ronda Charrua. Chegada ao Santuário às 15 horas.

 

Dia 20/05 – 8ª  Pré-Romaria – Caminhada e corrida da fé:

Concentração e saída do Posto SIM, em frente ao Iguatemi Caxias, às 7 horas. Chegada ao Santuário às 10h30.

 

Dia 20/05 – 39ª  Pré-Romaria dos motociclistas:

Concentração e saída, às 14 horas, do Campus 8 UCS. Chegada ao Santuário às 15 horas.

 

Dia 27/05 – Romaria da Juventude:

Concentração no início da avenida Dom José Barrea, às 10h15. Chegada ao Santuário as 10h30.

Leia mais
08 maio
0

2ª Jornada Estadual de Catequese reuni mais de seis mil catequistas de todo o Estado na diocese de Caxias do Sul.

Com o tema: “Palavra de Deus, fonte da catequese!”, e o lema: “A Palavra está perto de ti, em tua boca e em teu coração” (Dt 30,11-14), a Diocese de Caxias do Sul foi sede da 2ª Jornada Estadual de Catequese. Os pavilhões do parque de eventos da Festa da Uva reuniram mais de seis mil catequistas de todo o Estado.

As atividades iniciaram às 09 horas, com acolhida e animação, conduzida pelo padre Ezequiel Dall Pozzo. O bispo diocesano de Caxias do Sul, Dom Alessandro Ruffinoni acolheu os participantes e passou a palavra para o arcebispo de Porto Alegre, Dom Jaime Spengler, que recordou que o tema da Iniciação Cristã foi debatido na Assembléia Geral dos Bispos, na última semana. Logo após, a imagem de Nossa Senhora Aparecida foi acolhida, lembrando os 300 anos de sua aparição.

Durante a manhã, foram celebrados os ritos do sinal da cruz, entrega da Bíblia, entrega da luz e renovação das promessas batismais.
A Jornada também proporcionou três momentos de catequese sobre os tema do Querigma – assessorado por Dom Leomar Brustolin, Mistagogia – assessorado pela irmã Maria Aparecida e sobre o tema da Missão, conduzido por Dom Jaime Kohl.
Ao meio-dia o almoço foi partilhado entre os participantes. Logo após, aconteceu um show do padre Ezequiel Dall Pozzo e sua banda, animando os participantes com músicas gauchescas.
As atividades da jornada foram concluídas com a celebração de uma missa, presidida pelo bispo da Diocese de Pelotas, Dom Jacinto Bergmann, referencial da pastoral catequética no Regional Sul 3 da CNBB, com a bênção de envio e a entrega de uma cruz para cada diocese.
Matéria e fotos: Pe. Elton Marcelo Aristides

Leia mais
06 maio
0

Romaria dos Carros Antigos aconteceu neste sábado em Caravaggio.

Neste sábado, 06 de maio foi realizada a 9ª Romaria dos Carros Antigos, no Santuário de Caravaggio. A procissão iniciou em Caxias do Sul, passou por Farroupilha, encerrando no Santuário, onde foi celebrada uma missa, antes da celebração ouve a benção aos carros, que participaram do evento.

Segundo informações da organização, foram mais de 400 veículos antigos que participaram da procissão, superando os anos anteriores.

Leia mais
05 maio
0

Nota de falecimento: Liane Beatriz Moretto Ribeiro

A Diocese de Caxias do Sul comunica, com pesar, o falecimento Liane Beatriz Moretto Ribeiro, aos 72 anos, irmã do bispo emérito Dom Paulo Moretto.

O velório acontecerá no Memorial São José, em Caxias do Sul. A celebração de encomendação será no domingo. O horário será informado nas próximas horas, pois ainda não foi definido.

fonte: Diocese de Caxias do Sul.

Leia mais
05 maio
0

CNBB se posiciona sobre o grave momento nacional

A CNBB lançou a Nota Oficial sobre o momento atual, na tarde desta quinta,feira, 04 de maio, no encerramento de sua 55ª Assembleia Geral, do qual participaram cerca de 370 bispos do país. A Assembleia se realizou em Aparecida-SP, de 26 de abril a 5 de maio. Nesta sexta-feira o encerramento do evento.

O GRAVE MOMENTO NACIONAL

“Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça” (Mt 6,33)

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil–CNBB, por ocasião de sua 55ª Assembleia Geral, reunida em Aparecida-SP, de 26 de abril a 5 de maio de 2017, sente-se no dever de, mais uma vez, apresentar à sociedade brasileira suas reflexões e apreensões diante da delicada conjuntura política, econômica e social pela qual vem passando o Brasil. Não compete à Igreja apresentar soluções técnicas para os graves problemas vividos pelo País, mas oferecer ao povo brasileiro a luz do Evangelho para a edificação de “uma sociedade à medida do homem, da sua dignidade, da sua vocação” (Bento XVI – Caritas in Veritate, 9).

O que está acontecendo com o Brasil? Um País perplexo diante de agentes públicos e privados que ignoram a ética e abrem mão dos princípios morais, base indispensável de uma nação que se queira justa e fraterna. O desprezo da ética leva a uma relação promíscua entre interesses públicos e privados, razão primeira dos escândalos da corrupção. Urge, portanto, retomar o caminho da ética como condição indispensável para que o Brasil reconstrua seu tecido social. Só assim a sociedade terá condições de lutar contra seus males mais evidentes: violência contra a pessoa e a vida, contra a família, tráfico de drogas e outros negócios ilícitos, excessos no uso da força policial, corrupção, sonegação fiscal, malversação dos bens públicos, abuso do poder econômico e político, poder discricionário dos meios de comunicação social, crimes ambientais (cf. Documentos da CNBB 50– Ética, Pessoa e Sociedade – n. 130)

O Estado democrático de direito, reconquistado com intensa participação popular após o regime de exceção, corre riscos na medida em que crescem o descrédito e o desencanto com a política e com os Poderes da República cuja prática tem demonstrado enorme distanciamento das aspirações de grande parte da população. É preciso construir uma democracia verdadeiramente participativa. Dessa forma se poderá superar o fisiologismo político que leva a barganhas sem escrúpulos, com graves consequências para o bem do povo brasileiro.

É sempre mais necessária uma profunda reforma do sistema político brasileiro. Com o exercício desfigurado e desacreditado da política, vem a tentação de ignorar os políticos e os governantes, permitindo-lhes decidir os destinos do Brasil a seu bel prazer. Desconsiderar os partidos e desinteressar-se da política favorece a ascensão de “salvadores da pátria” e o surgimento de regimes autocráticos. Aos políticos não é lícito exercer a política de outra forma que não seja para a construção do bem comum. Daí, a necessidade de se abandonar a velha prática do “toma lá, dá cá” como moeda de troca para atender a interesses privados em prejuízo dos interesses públicos.

Intimamente unida à política, a economia globalizada tem sido um verdadeiro suplício para a  maioria da população brasileira, uma vez que dá primazia ao mercado, em detrimento da pessoa humana e ao capital em detrimento do trabalho, quando deveria ser o contrário. Essa economia mata e revela que a raiz da crise é antropológica, por negar a primazia do ser humano sobre o capital (cf. Evangelii Gaudium, 53-57). Em nome da retomada do desenvolvimento, não é justo submeter o Estado ao mercado. Quando é o mercado que governa, o Estado torna-se fraco e acaba submetido a uma perversa lógica financista. Recorde-se, com o Papa Francisco, que “o dinheiro é para servir e não para governar” (Evangelii Gaudium 58).

O desenvolvimento social, critério de legitimação de políticas econômicas, requer políticas públicas que atendam à população, especialmente a que se encontra em situação vulnerável. A insuficiência dessas políticas está entre as causas da exclusão e da violência, que atingem milhões de brasileiros. São catalisadores de violência: a impunidade; os crescentes conflitos na cidade e no campo; o desemprego; a desigualdade social; a desconstrução dos direitos de comunidades tradicionais; a falta de reconhecimento e demarcação dos territórios indígenas e quilombolas; a degradação ambiental; a criminalização de movimentos sociais e populares; a situação deplorável do sistema carcerário. É preocupante, também, a falta de perspectivas de futuro para os jovens. Igualmente desafiador é o crime organizado, presente em diversos âmbitos da sociedade.

Nas cidades, atos de violência espalham terror, vitimam as pessoas e causam danos ao patrimônio público e privado. Ocorridos recentemente, o massacre de trabalhadores rurais no município de Colniza, no Mato Grosso, e o ataque ao povo indígena Gamela, em Viana, no Maranhão, são barbáries que vitimaram os mais pobres. Essas ocorrências exigem imediatas providências das autoridades competentes na apuração e punição dos responsáveis.

No esforço de superação do grave momento atual, são necessárias reformas, que se legitimam quando obedecem à lógica do diálogo com toda a sociedade, com vistas ao bem comum. Do Judiciário, a quem compete garantir o direito e a justiça para todos, espera-se atuação independente e autônoma, no estrito cumprimento da lei.   Da Mídia espera-se que seja livre, plural e independente, para que se coloque a serviço da verdade.

Não há futuro para uma sociedade na qual se dissolve a verdadeira fraternidade. Por isso, urge a construção de um projeto viável de nação justa, solidária e fraterna. “É necessário procurar uma saída para a sufocante disputa entre a tese neoliberal e a neoestatista (…). A mera atualização de velhas categorias de pensamentos, ou o recurso a sofisticadas técnicas de decisões coletivas, não é suficiente. É necessário buscar caminhos novos inspirados na mensagem de Cristo” (Papa Francisco – Sessão Plenária da Pontifícia Academia das Ciências Sociais – 24 de abril de 2017).

O povo brasileiro tem coragem, fé e esperança. Está em suas mãos defender a dignidade e a liberdade, promover uma cultura de paz para todos, lutar pela justiça e pela causa dos oprimidos e fazer do Brasil uma nação respeitada.

A CNBB está sempre à disposição para colaborar na busca de soluções para o grave momento que vivemos e conclama os católicos e as pessoas de boa vontade a participarem, consciente e ativamente, na construção do Brasil que queremos.

No Ano Nacional Mariano, confiamos o povo brasileiro, com suas angústias, anseios e esperanças, ao coração de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil. Deus nos abençoe!

Aparecida – SP, 3 de maio de 2017.

Fonte : Rádio Vaticano

Leia mais
02 maio
0

Terço dos Homens no Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio

Aconteceu na noite de ontem, 01 de maio, no Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, o encontro do Terço dos Homens Nossa Senhora de Caravaggio. Com uma noite agradável, 58 homens estiveram presentes no Santuário para rezar o terço, pedindo a Maria pela família, pelo trabalho, pelas necessidades, apresentando louvores e agradecimentos,também sob a intercessão de São José. A apresentação da Caixa dos Pedidos, as rosas oferecidas por cada um para formarem o terço, e a despedida em frente ao sacrário, foram momentos fortes do encontro de Caravaggio.
O próximo encontro do Terço dos Homens acontecerá no dia 05 de Junho, às 20h, no Santuário de Caravaggio.
Esperamos os “sim” de todos os homens para este convite de Maria.

 

Leia mais
29 abr
0

Pré-Romaria das Crianças em Caravaggio

Neste sábado 29 de abril, aconteceu a terceira edição da Pré-Romaria dos crianças. Um bom numero de crianças, estiveram em procissão e festa, celebrando o próprio chamado de Jesus, ” deixai vir a mim as Criancinhas”, a procissão partiu conduzida pelo reitor do Santuário padre Gilnei Fronza, e animados com os instrumentos de percussão do Centro de Cuidados Nossa Senhora da Paz, seguindo pela avenida Dom José Barea até o Santuário de Caravaggio. O encontro contou com momentos de música, Teatro e Oração, conduzidos pelo Padre Jocimar Romio, Grupo Crescer de Garibaldi e Catequese da comunidade do Santuário, encerrando com um lanche para as crianças.

Fotos: Mariana Peglow Ávila.

Leia mais
29 abr
0

Farroupilha: Pré-Romaria dos Motorhomes aconteceu neste sábado em Caravaggio

Neste sábado 29, pela manhã, aconteceu a quinta edição da Pré-Romaria dos Motor homes. Aproximadamente 60 veículos participaram do evento, que saíram por volta das 9h dos Pavilhões da Festa da Uva em Caxias do Sul, seguindo em procissão até o Santuário do Caravaggio em Farroupilha, foram acolhidos pelo Reitor do Santuário padre Gilnei Fronza, e a celebração da missa presidida pelo Padre Jocimar Romio.

Leia mais
27 abr
0

Imagem peregrina de Nossa Senhora de Caravaggio Visita comunidade de Caravaggio da 3ª Légua, Caxias do Sul.

Como ação do Santuário de Caravaggio por ocasião do Ano Nacional Mariano, em comemoração pelos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida no rio Paraíba do Sul e centenário das aparições de Nossa Senhora de Fátima, em Portugal, todos os dias 26 de cada mês, a imagem de Nossa Senhora de Caravaggio visita uma comunidade da diocese dedicada a esta devoção. Para esta ação foi confeccionado um carro andor que transportara a imagem. Na noite desta quarta-feira, 26 de abril, a visita foi a Comunidade de Nossa Senhora de Caravaggio da 3ª Légua, cidade de Caxias do Sul.

Leia mais