Os quatro farroupilhenses que fizeram o roteiro Caminhos de Caravaggio, que liga o Santuário de Canela ao de Farroupilha, chegaram na tarde desta quarta-feira a Farroupilha. O grupo, composto por Francis Casali, Roque Severgnini, Gilberto Galafassi e Mario Romano Maggioni, saiu da cidade de Canela na última sexta-feira, dia 10, e percorreu cerca de 202 quilômetros. O quarteto fez parada em pousadas e foi recepcionados e auxiliado por diversas famílias. O caminho passa pela área urbana e/ou rural dos municípios de Canela, Gramado, Nova Petrópolis, Caxias do Sul e Farroupilha. Na chegada, o grupo foi recepcionado na Esplanada por suas esposas, e também pelo Prefeito em exercício, Pedro Pedrozo, que entregou uma honraria pela realização do percurso pela primeira vez.

Gilberto Galafassi fala de sua experiência e relembra o caminho de Santiago de Compostela:

 

 

 

    

 

 

O caminho pode ser traçado em ambos os sentidos, partindo de Canela com destino a Farroupilha ou o inverso. Quanto às questões burocráticas, o município de Farroupilha já está com a lei que autoriza o ingresso no consórcio Caminhos de Caravaggio aprovada. As demais cidades devem ter a aprovação da lei após o fim do recesso legislativo. Provavelmente, até março o consórcio dos municípios esteja oficializado. “A ideia é que a partir do finalzinho do mês de abril, início do mês de maio, a gente possa fazer o lançamento oficial com todo o apoio, com material de divulgação, com os mapas, com o Passaporte do Romeiro. Enfim, com toda a infraestrutura necessária para o romeiro poder fazer essa caminhada com tranquilidade”, revela Casali. O objetivo da caminhada foi elencar o que ainda precisava ser melhorado antes do lançamento oficial do trajeto, para que o mesmo seja feito com segurança pelos peregrinos.

 

 

 

Em novembro de 2018, o Roteiro foi pré-lançado durante a 30ª edição do Festival Internacional de Turismo, em Gramado, quando um protocolo de intenções para a criação de um consórcio que viabilize o roteiro foi assinado pelos prefeitos dos cinco municípios envolvidos na rota. Este consórcio garante a formalização jurídica do roteiro e facilita a captação de recursos junto ao Ministério do Turismo para infraestrutura, divulgação e manutenção do Caminhos de Caravaggio.