O roteiro Caminhos de Caravaggio, trecho de 200 quilômetros que liga os Santuários de Caravaggio de Canela a Farroupilha, consolida-se cada vez mais entre caminhantes, ciclistas e moradores de todo Estado. E setembro está sendo ainda mais importante: um projeto de lei tramita na Assembleia Legislativa (AL) para torná-lo, oficialmente, rota turística do Rio Grande do Sul.

Além disso, o assunto será abordado no Grande Expediente da AL no próximo dia 17 pela deputada Fran Somensi, autora do projeto de lei que está tramitando. A ideia é que prefeitos dos cinco municípios envolvidos participem da sessão. E, paralelo a isso, mais e mais adeptos percorrem os 200 quilômetros certos de que o esforço físico não é páreo para quem é movido pela fé.

Agora, o projeto segue para votação dos deputados estaduais. Com a aprovação e efetivação da lei, o roteiro ganhará mais visibilidade – e até facilidade para obter recursos e dar caráter cada vez mais profissional à ideia. “Um projeto de lei dessa magnitude dá um respaldo importante porque tudo começou em tão pouco tempo, e já temos grande visibilidade e participação de pessoas de todo país”, comenta a deputada. “A união destes cinco municípios para este olhar turístico aprofunda nosso potencial enquanto região. A Serra ganha muito”, afirma. Integram o roteiro os municípios de Caxias do Sul, Farroupilha, Canela, Gramado e Nova Petrópolis.

 

 

Presença de Deus é companhia no roteiro

 

“As pessoas me perguntavam: você está fazendo o caminho sozinho? E eu pensava: não! Deus está comigo o tempo todo. Quando a gente está em contato com a natureza, está em contato com Deus. Eu senti ele presente o tempo todo”. Morador de Curitiba (PR) mas natural do Rio Grande do Sul, o bancário Roberto Rodrigues fez o trajeto no mês de agosto em sete dias – e com a certeza que, além da presença de Deus, a religiosidade no conceito mais amplo foi sentida em cada um dos 200 quilômetros que percorreu a pé.

Essa não foi a primeira experiência de Roberto em caminhadas tão grandes – e, novamente, movidas pela fé: ele já percorreu o Caminho de Santiago, na Espanha, e outras trilhas em território brasileiro. A experiência é descrita como única e satisfatória, e ele recomenda a todos os amigos.

Pedal uniu ainda mais amigos

Nove amigos decidiram encarar a missão de percorrer os 200 quilômetros de bicicleta no último final de semana, em 7 e 8 de setembro. São moradores de Farroupilha que elegeram o Caminhos de Caravaggio como o primeiro desafio a ser percorrido: esta foi a maior distância que os amigos já percorreram sobre duas rodas. Quem capitaneou a ideia foi o farroupilhense Lucas Parizotto: ele soube do roteiro pela internet e decidiu convidar os amigos com quem costuma pedalar. A surpresa foi a aceitação imediata da turma, que saiu com a amizade ainda mais fortalecida após cumprir o desafio.

 

 

 

“Todo mundo topou fazer o roteiro, mesmo sendo um grupo de ciclismo amador. Fizemos em dois dias, em um ritmo acelerado, porque o trecho tem muitas subidas e descidas que cansam. Só que tudo vale a pena quando você está chegando no destino final, no Santuário de Caravaggio de Farroupilha”, conta Lucas. O grupo pernoitou em um hotel no interior de Nova Petrópolis na noite do sábado e elogia o acolhimento das comunidades interioranas de Nova Petrópolis e Caxias do Sul. Como os dois dias foram de dedicação intensa, a união entre os guris acabou ganhando força e tons de fé: afinal, não mediram esforços para agradecer a Nossa Senhora pela bênção de ter saúde suficiente para percorrer o trecho e encontrar a família na chegada ao Santuário, no final da tarde do domingo, 8 de setembro. “Não houve quem não precisasse conter a emoção ao chegar lá. Isso serviu para fortalecer a nossa fé e nos unir ainda mais”, detalha.

 

PROGRAME-SE

O que é: roteiro turístico Caminhos de Caravaggio, que liga os Santuários de Canela, situado na localidade de Saiqui, até o Santuáro de Farroupilha.

Onde: Os Caminhos de Caravaggio passam pelos municípios de Canela, Gramado, Nova Petrópolis, Caxias do sul e Farroupilha.

Como participar: todas as informações estão disponíveis no Guia do Romeiro. É o viajante que deve organizar as hospedagens e reservas. O site http://caravaggio.org.br/caminhosdecaravaggio/ reúne todas as informações para quem decide participar.

Duração: recomenda-se, em média, que o romeiro percorra 20 quilômetros por dia, totalizando 10 dias de caminhada. No entanto, quem dita o ritmo é o caminhante!

Na chegada, o caminhante recebe um certificado e ainda pode tocar o Sino do Peregrino, simbolizando a chegada.