O roteiro turístico Caminhos de Caravaggio, trecho de 200 quilômetros que liga os Santuários de Caravaggio de Canela a Farroupilha, agora é lei! O governador gaúcho Eduardo Leite sancionou, na tarde da quarta-feira (20), o projeto de lei que institui o Roteiro Turístico e o coloca em um patamar de reconhecimento que possibilita captações de recursos e outras providências que devem impulsionar, ainda mais, o destino.

A justificativa do projeto de lei é que, ao ser reconhecido pelo poder público, o roteiro turístico tem condições de potencializar o turismo na região na medida em que se constitui como um atrativo de vários públicos-alvo, como peregrinos, ciclistas, maratonistas e tradicionalistas. Com a abrangência regional, aproximará as regiões turísticas da Uva e do Vinho e das Hortênsias. Agora, como projeto de lei, os municípios podem buscar, junto ao governo federal, aporte para fomentar o desenvolvimento turístico para o Caminhos de Caravaggio.

 

 

Ainda que lançado em maio deste ano, mais de uma centena de caminhantes e ciclistas já percorreram os 200 quilômetros – e, entre cansaço, suor e até lágrimas, sentiram o quanto a fé amplia a resiliência e a capacidade de vencer obstáculos. O roteiro contempla as cidades de Canela, Gramado, Nova Petrópolis, Caxias do Sul e Farroupilha. O projeto de lei PL 292/2019 – Lei 15.369 é de autoria do deputado Carlos Burigo, e foi subscrito pela deputada Fran Somensi e Elton Weber.

 

Foto: Fabrício Santos-divulgação

 

PROGRAME-SE

O que é: roteiro turístico Caminhos de Caravaggio, que liga os Santuários de Canela, situado na localidade de Saiqui, até o Santuário de Farroupilha.

Onde: Os Caminhos de Caravaggio passam pelos municípios de Canela, Gramado, Nova Petrópolis, Caxias do sul e Farroupilha.

Como participar: todas as informações estão disponíveis no Guia do Romeiro. É o viajante que deve organizar as hospedagens e reservas. O site http://caravaggio.org.br/caminhosdecaravaggio/ reúne todas as informações para quem decide participar.

Duração: recomenda-se, em média, que o romeiro percorra 20 quilômetros por dia, totalizando 10 dias de caminhada. No entanto, quem dita o ritmo é o caminhante!

Na chegada, o caminhante recebe um certificado e ainda pode tocar o Sino do Peregrino, simbolizando a chegada.